Notícias

30/05/2013

Tarifas da COMGÁS sofrem reajuste

 Tarifas da Comgás são reajustadas

São Paulo, 28 de maio de 2013 - As tarifas da Comgás terão novos valores a partir do próximo dia 31 (sexta-feira). O reajuste foi definido pela Arsesp (Agência Reguladora de Saneamento e Energia do Estado de São Paulo) e publicado hoje (28) no Diário Oficial do Estado de São Paulo. Os percentuais variam de 6,02% a 8,86%, de acordo com o segmento de mercado e volume consumido. As novas tarifas são válidas para toda a área de concessão da Comgás, que compreende a Região Metropolitana de São Paulo, Região Administrativa de Campinas, Vale do Paraíba e Baixada Santista.

Trata-se do reajuste anual das tarifas da Comgás, conforme estabelece o contrato de concessão. Para se chegar aos novos valores, a Arsesp levou em consideração os custos do gás natural e do transporte, que têm variação trimestral. As margens da Comgás estão sendo corrigidas pela inflação (IGPM) em 7,298%, menos o Fator X que é de 0,82%. O Fator X é o ganho de produtividade da distribuidora que é repassado na forma de desconto para o consumidor.

Para os clientes residenciais as tarifas foram reajustadas entre 6,41% a 6,62%. O cliente que consome 5 metros cúbicos por mês (uso apenas no forno e fogão) terá reajuste de 6,55% na sua conta, que passará de R$ 20,34 para R$ 21,67, aumento de R$ 1,33 no mês. Já para quem consome 30 m3/mês (cocção e aquecedor), o reajuste será de 6,47%, passando a conta mensal de R$ 112,50 para R$ 119,78.

No comércio, para o consumo de 100 m3/mês as tarifas subirão 6,44% e para 1.000 m3/mês o reajuste será de 6,41%.

Para a indústria, que tem consumo de 50.000 m3/mês o reajuste será de 6,24%. Já para a indústria que utiliza 1.000.000 m3/mês o reajuste será de 6,06%.

Para o GNV (Gás Natural Veicular), o reajuste será de 8,86%, da Comgás para o posto que comercializa o produto. O reajuste foi maior neste segmento devido a suspensão temporária de leilões de curto prazo da Petrobras.

Segmento/Faixa de Consumo;
Reaj. maio/2013
Residencial : 5m³/mês (cocção) 6,55%
Residencial10m³/mês (cocção) 6,49%
Residencial - 30m³/mês (aquec. e cocção) 6,47%
Comercial -100m³/mês (lanchonete) 6,44%
Comercial - 1.000m³/mês(lavanderia) 6,41%
Industrial - 50.000m³/mês (peq. Indústria) 6,24%
Industrial: 1.000.000m³/mês (grande Ind.) 6,06%
Industrial-10.000.000m³/mês (grande Ind.) 6,02%
GNV/Postos 8,86%